Saiba como driblar a escassez de talentos de TI

Saiba como driblar a escassez de talentos de TI

Ao contrário de muitos setores da economia brasileira, o segmento de Tecnologia da Informação sofre com a carência de mão de obra qualificada. E isso impacta negativamente na capacidade de as organizações entregarem soluções dentro ou acima das expectativas do público-alvo. Esse cenário mostra como a escassez de talentos de TI afeta a sociedade de maneira marcante. 

Para tentar reverter esse quadro, algumas companhias estão apostando em programas de qualificação interna e até externa. O objetivo é contar com um maior número de profissionais que possam suprir a demanda e agregar valor aos serviços de forma significativa. 

Neste artigo, vamos apontar uma série de fatores relacionados com a falta de talentos de TI e mostrar alternativas para minimizar essa situação. Confira! 

A escassez de talentos é um problema cada vez maior

A necessidade de contar com profissionais de alto nível é um aspecto que tem preocupado bastante os executivos na área de Tecnologia da Informação. Um bom exemplo disso é o resultado da pesquisa do Gartner. De acordo com o estudo, a escassez de talentos de TI foi considerada, em 2021, um problema grave por 64% dos gestores entrevistados. 

Com certeza, é um número que chama bastante a atenção pelo fato de que essa situação era vista como preocupante por apenas 4% dos executivos no ano anterior, segundo a pesquisa. Para os gestores, a falta de trabalhadores especializados provoca uma maior dificuldade em aderir às tecnologias emergentes com rapidez e eficiência. 

Isso, sem dúvida, impacta na competitividade e na capacidade de trazer soluções inovadoras para a audiência. Em tempos de transformação digital, é imprescindível ter agilidade e condições de seguir ou criar tendências em curto prazo.  

Mas como resolver a escassez de talentos?

Por questões de sobrevivência, a maioria das empresas percebeu que é fundamental enfrentar a escassez de talentos de TI com planejamento e foco em resultados. Para você entender isso de maneira plena, vamos apontar iniciativas que ajudam a combater o problema e a aumentar as chances de contar com profissionais mais qualificados para o desenvolvimento ou a adoção de soluções tecnológicas de ponta. Leia com atenção!  

Invista nas ferramentas certas

Inicialmente, é necessário fazer uma análise das carências institucionais com relação às demandas de TI. Em outras palavras, a recomendação é verificar o que precisa ser feito para os recursos de Tecnologia da Informação serem aproveitados da melhor maneira possível, considerando a conjuntura atual e futura.  

Por isso, é crucial apostar no mapeamento de processos como ferramenta para identificar gaps e avaliar as ações que vão contribuir para uma organização resolver problemas críticos e apresentar um crescimento acima da média.     

Com um planejamento estratégico adequado à realidade, uma empresa tem mais condições de enfrentar dificuldades que impedem a melhoria contínua, como o caso da escassez de talentos de TI.   

Crie uma estratégia de contratação

Não basta abrir processos seletivos de maneira frequente e oferecer salários atrativos para conseguir profissionais que realmente agregam valor ao negócio. O mais importante é criar uma estratégia de contratação, capaz de identificar os que estão mais qualificados para suprir as demandas corporativas no momento. 

Além de uma análise criteriosa dos currículos, é recomendado que sejam realizadas ações para conhecer não apenas a capacidade técnica dos candidatos, mas também as habilidades comportamentais.  

Esse procedimento é indispensável para aumentar as chances de sucesso na contratação. Em alguns casos, as companhias estão optando por terceirizar os processos seletivos de TI. Essa prática permite identificar os talentos ideais com mais facilidade, o que ajuda bastante a agilizar a adaptação do novo funcionário à cultura organizacional.    

Utilize o inbound recruiting

E por falar em estratégias de contratação para minimizar a escassez de talentos de TI, algumas organizações estão apostando no inbound recruiting. Essa prática consiste em adotar técnicas de comunicação para atrair os candidatos para uma vaga. 

Nesse caso, há uma oferta de conteúdo que faz com que os futuros profissionais criem uma identificação com a empresa, o que é fundamental para elevar o engajamento e a capacidade de estar inserido nos valores e práticas institucionais. 

Ao assimilar as vantagens de trabalhar em uma empresa de forma espontânea, o profissional fica mais à vontade para apresentar soluções que podem futuramente melhorar o desempenho corporativo em curto prazo. Esse aspecto mostra como o inbound recruiting é um recurso valioso, caso seja devidamente aplicado.   

Forme e capacite os profissionais internamente

Por mais que haja um aumento de cursos superiores e de formação de profissionais de TI, a demanda está crescendo de forma exponencial. Uma prova disso é uma pesquisa da Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação (TIC) e de Tecnologias Digitais (Brasscom), o déficit de profissionais de TI pode chegar a 70 mil em 2024, no território nacional. 

Por causa das dificuldades enfrentadas pelas faculdades de formar talentos de acordo com a quantidade desejada, algumas organizações estão optando por capacitar profissionais por conta própria. 

Essa prática tem como objetivo facilitar o processo de contratação e de integração do novo colaborador. Isso é muito importante para reduzir os problemas enfrentados pela escassez de talentos de TI, algo que tem preocupado bastante as empresas devido à aceleração digital dos últimos anos.   

Conte com o auxílio de um parceiro qualificado

Mesmo que tenha uma equipe de RH atenta às principais mudanças do mercado, não é simples contratar profissionais de Tecnologia da Informação que ofereçam o retorno esperado de forma rápida. 

Por isso, é válido contar com o suporte de um parceiro qualificado para analisar as potencialidades dos candidatos da melhor maneira possível. Dessa forma, as possibilidades de acertar na contratação são bem maiores. 

Quanto mais tempo o empregado demorar para se identificar com as práticas institucionais, mais difícil será para ele agregar valor ao negócio. Esse aspecto também justifica apostar na terceirização do processo seletivo de talentos de TI.  

Contrate profissionais “sem fronteiras”

Uma das alternativas mais adotadas pelas empresas para combater a escassez de talentos de TI engloba a contratação “sem fronteiras”. Essa atividade se tornou ainda mais presente por causa da expansão do home office, uma das consequências da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). 

Ao ter mais opções para contratar, uma empresa se mostra mais aberta para enfrentar os desafios impostos pela transformação digital. Além disso, cria um ambiente mais voltado para a diversidade, o que é essencial para pensar em soluções que possam suprir as demandas de diversos públicos.  

Gestão do ambiente de tecnologia: uma bela saída para driblar a escassez de talentos na área de ti

Não há dúvidas de que contar com uma gestão do ambiente de tecnologia que siga as melhores práticas do mercado propicia atingir um desempenho notável. Para isso ser alcançado, um bom caminho é apostar em um parceiro que disponibilizam soluções de gerenciamento de TI de ponta, como a Algar Tech. 

Ao ter uma visão ampla do funcionamento dos ativos tecnológicos e do uso da mão de obra, uma companhia está mais preparada para superar os impactos causados pela escassez de talentos de TI. 

Se está em busca de uma gestão tecnológica mais eficiente, entre em contato conosco agora mesmo. Chegou a sua hora de repensar nas possibilidades e estamos à disposição para ajudar o seu negócio a crescer de forma sustentável! 

Escrever uma resposta ou comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Junte-se a nossa comunidade e saiba como promover a Transformação Digital em sua empresa.

Inscreva-se na nossa newsletter e tenha acesso a conteúdos exclusivos que vão revolucionar a sua empresa!

Seta