Solução de cobrança digital com inteligência cognitiva

A Algar Tech, multinacional brasileira que integra soluções de Gestão de Relacionamento com Clientes, de Ambiente de Tecnologia e de Serviços de Telecom, lançou sua primeira agente de cobrança digital com inteligência cognitiva.

Batizada de Duda, a tecnologia começou a ser utilizada em atendimento via aplicativos de mensageria, no processo de renegociação de dívidas. Desse modo, o processo passou a ser 100% autônomo, sem interferência humana.

Duda, sua agente de cobrança digital com inteligência cognitiva

A atendente virtual Duda – apelido do nome Maria Eduarda, que significa guardiã da riqueza -, foi desenvolvida a partir da integração de várias soluções de tecnologia. Dentre elas o Watson, da IBM.

Segundo Marco Aurélio Matos, diretor de Transformação Digital da Algar Tech, além desse ecossistema de parceiros, a Algar Tech utilizou toda a sua base de conhecimento na indústria. “Esse é nosso grande diferencial. Aliamos nossa experiência em atendimento, melhores práticas de cobrança e renegociação no mercado financeiro. E, criamos uma solução capaz de trazer mais produtividade e redução de custos para nossos clientes”, enfatiza.

Para viabilizar a automação do processo de renegociação de ponta a ponta, uma equipe de curadores trabalhou para dar mais assertividade à agente virtual. Considerando especificidades da linguagem do mercado financeiro e as regionalidades do idioma.

Desse modo, a transferência para o atendimento humano só acontece em situações que a Duda não tiver a resposta. “Quando isso ocorre, nós ‘educamos’ a Duda com a resposta correta para que ela possa utilizá-la nos próximos atendimentos”, explicou Matos.

Benefícios

Além de aprender com os próprios erros, a plataforma é multilíngue e a capacidade de atendimento simultâneo é ilimitada. Outra vantagem é o tempo: a Duda consegue elaborar uma proposta à vista em menos de 20 segundos.

Nesse sentido, a modernização também beneficia consumidores, que passam a utilizar aplicativos de mensageria para um autosserviço rápido, simples e eficaz.

Inicialmente, a tecnologia de cobrança digital com inteligência cognitiva foi implantada na operação de uma empresa do segmento financeiro. O objetivo é renegociar dívidas com consumidores que utilizam cartão de crédito e estão com fatura em atraso.

Desse modo, a intenção, é que seu uso seja ampliado para outras operações. “Estamos empenhados em promover a transformação digital dos nossos clientes e promover modelos de negócios cada vez mais voltados para resultados e com foco no relacionamento. Ou seja, a Duda nasceu para fortalecer e acelerar esse movimento”, concluiu Matos.

Escrever uma resposta ou comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Junte-se a nossa comunidade e saiba como promover a Transformação Digital em sua empresa.

Inscreva-se na nossa newsletter e tenha acesso a conteúdos exclusivos que vão revolucionar a sua empresa!

Seta