Blog Algar Tech › Artigos

Risk Assessment: como fazer uma avaliação de risco da cibersegurança da sua empresa?

Na imagem temos uma mão de uma homem branco. Em cima da mão temos um símbolo de uma nuvem e de um cadeado.

Com o avanço da tecnologia e a crescente utilização de sistemas digitais nas empresas, não é mais possível ignorar a segurança da informação e a avaliação de risco (Risk Assessment). Pois elas podem garantir a continuidade dos negócios. 

A cibersegurança é um tema cada vez mais presente no dia a dia das empresas e a avaliação de riscos é uma etapa fundamental na implementação de um plano de proteção eficiente

Neste contexto, o processo de Risk Assessment em cibersegurança se torna uma ferramenta indispensável para avaliar a vulnerabilidade e identificar possíveis ameaças aos sistemas e aos dados da empresa.

Saiba agora o que é Risk Assessment em cibersegurança e como a metodologia funciona. Confira também as principais etapas e boas práticas para fazer a avaliação de risco. 

O que é Risk Assessment em Cibersegurança?

O Risk Assessment, em tradução livre para o português, avaliação de risco, é uma etapa crucial na avaliação da segurança da informação de uma empresa. Principalmente quando o assunto é cibersegurança. 

A avaliação de risco em cibersegurança tem como objetivo encontrar e avaliar os riscos associados aos sistemas e dados de uma empresa, identificando possíveis vulnerabilidades e ameaças que possam comprometer a segurança das informações.

A falta de um Risk Assessment adequado pode resultar em perda de dados, danos à reputação da empresa e até mesmo em prejuízos financeiros significativos. 

É por isso que muitas empresas têm investido em ferramentas e técnicas para avaliar a segurança de suas informações e sistemas, com o objetivo de tomar medidas para mitigar os riscos identificados.

Em resumo, o Risk Assessment em cibersegurança é uma etapa essencial para garantir a segurança da informação em uma empresa, especialmente em um cenário de frequentes ameaças cibernéticas.

Ao identificar possíveis vulnerabilidades e ameaças, é possível previr para mitigar os riscos e proteger os dados e sistemas da empresa.

Como o Risk Assessment funciona?

A metodologia de Risk Assessment em cibersegurança geralmente começa com a identificação dos ativos críticos da empresa, incluindo dados, sistemas e equipamentos

Em seguida, são avaliadas as possíveis ameaças que podem comprometer a segurança desses ativos, como invasões de hackers, falhas de segurança ou desastres naturais, por exemplo.

Uma vez identificadas as ameaças, é importante avaliar a probabilidade de ocorrência de cada uma delas, bem como o impacto potencial de um incidente de segurança. 

A partir daí, é possível estabelecer um ranking de riscos, priorizando aqueles que representam maior probabilidade de ataques e maior impacto.

Com base nas informações, é possível definir medidas de prevenção para mitigar os riscos identificados. Isso pode incluir a implementação de sistemas de segurança mais robustos, a atualização de softwares e equipamentos, a criação de políticas de segurança mais rígidas, entre outras medidas.

Vale ressaltar que o processo de Risk Assessment em cibersegurança é contínuo e dinâmico, e deve ser revisado periodicamente para garantir que as medidas preventivas estejam sendo efetivas e para identificar possíveis novas ameaças.

Qual é a importância do Risk Assessment para a segurança das empresas?

Conforme dito anteriormente, o Risk Assessment em cibersegurança pode determinar a probabilidade de um evento negativo ocorrer. E também avaliar o impacto que esse evento terá na empresa. Dessa forma, as empresas podem adotar medidas preventivas e corretivas eficazes para minimizar os riscos.

É importante destacar que soluções incompletas ou não integradas podem deixar buracos que os atacantes podem explorar

Além disso, uma infraestrutura com soluções de segurança incompatíveis pode causar dificuldades na criação de um ambiente personalizado e limitar o acesso à inteligência partilhada. 

Portanto, a adoção de uma abordagem pró-ativa e regular na gestão dos riscos associados à cibersegurança é fundamental.

Na imagem temos um símbolo de cibersegurança e os seguintes texto: 12 principais perguntas e respostas para sua empresa estabelecer um bom gerenciamento de vulnerabilidades!! Baixe nosso e-book sobre o assunto

Dicas de como fazer a avaliação de risco

De acordo com o Guia de Cibersegurança da ANBIMA, para fazer uma avaliação de riscos em cibersegurança é necessário seguir cinco funções: identificação/avaliação de riscos; ações de prevenção e proteção; monitoramento e testes; criação do plano de resposta e governança.

Além disso, também é possível fazer Risk Assessment usando apenas quatro passos: 

  1. Estabelecer critérios de medição de risco; 
  2. Desenvolver um perfil de ativos de informação; 
  3. Identificar repositórios de ativos de informação;
  4. Identificar as ameaças e vulnerabilidades.

Para definir os critérios de medição de risco, é necessário criar um conjunto de critérios qualitativos que permitam avaliar o efeito do risco e os objetivos da organização em categorias como: reputação do cliente/confiança, financeiro, produtividade, segurança/saúde e multas/penalidades legais

Em seguida, os ativos de informação devem ser identificados e documentados com suas respectivas exigências de segurança, criando um perfil para cada um dos ativos críticos. 

Na terceira etapa, é preciso identificar os repositórios em que essas informações são armazenadas, processadas ou transmitidas, para aplicar os controles de segurança necessários. 

Por fim, é preciso identificar as ameaças e vulnerabilidades, o que permitirá avaliar o nível de risco e priorizar as medidas de proteção.

Reforçamos que a avaliação de riscos de segurança é um processo que deve ser documentado e atualizado continuamente. Uma vez que as ameaças e vulnerabilidades mudam constantemente. 

É importante ainda que a organização mantenha um programa eficiente de cibersegurança, com um plano de resposta bem definido e testado, a fim de garantir a rápida recuperação em caso de incidentes cibernéticos. 

A implementação de um programa de cibersegurança eficiente exige o comprometimento da alta administração e de todos os funcionários. Bem como a alocação de recursos adequados e de uma empresa terceirizada experiente. 

Conheça soluções de cibersegurança

A Algar Tech é especialista em segurança cibernética e monitoramento contínuo dos riscos. Desse modo, oferecemos um catálogo de serviços abrangente, atendendo todas as camadas de cibersegurança.

Além disso, possui vasto conhecimento aplicado em cibersegurança, aderindo às normas ISO 27001 e ISAE 3402 e ao padrão PCI | DSS.

E não para por aí: a excelência das soluções da Algar Tech também é garantida pela certificações: ISO 9001, ISO 14001 e ISO 20000-1. Quer saber mais? Confira este artigo: Certificações de cibersegurança: conheça as principais e quais a Algar Tech possui

Assine nossa Newsletter

Saiba tudo o que acontece no mundo Tech

Ao enviar este formulário, você concorda com a coleta de seus dados pessoais de acordo com nossa Política de privacidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Artigos

Pense no seguinte cenário: uma grande instituição financeira percebe um...

Artigos

Os chatbots têm sido amplamente adotados pelas empresas para interação...

Materiais Gratuitos

Com um cenário volátil e acelerado, perder tempo não pode...

1
Solução
2
Sobre você
3
Sobre a empresa
Por favor, selecione uma das opções.
Insira seu nome completo.
Insira seu e-mail corporativo.
Seu telefone corporativo. Utilize apenas números.
Seu telefone celular. Utilize apenas números.
Por favor, preencha todos os campos do formulário.